Projeto Fantasminha

Olá pessoal, tudo bem?

Esta semana tivemos a última aula do curso “Ensinando e Aprendendo com as TIC’s”, com a professora Ju Soltes, e para concluir tal curso, tivemos que realizar e aplicar um projeto que relacionasse a cidade de Ponta Grossa com as TIC’s. Por esse motivo escolhi o Operário Ferroviário Esporte Clube, que traz muito da história de nossa cidade em sua história!

Segue abaixo o projeto que realizei!  

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PONTA GROSSA

NÚCLEO MUNICIPAL DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL PROFESSOR ANTÔNIO ARMANDO CARDOSO DE AGUIAR

PROJETO FANTASMINHA

1- IDENTIFICAÇÃO:
NOME DA ESCOLA: Rubens Edgard Fürstenberger
SÉRIE: 2º ano.
NÚMERO DE ALUNOS: 24 alunos.
PROFESSOR RESPONSÁVEL: Giseli Romaniw Pilarski

2- PROBLEMÁTICA A SER ESTUDADA:
O “Projeto Fantasminha” visa aproximar os educandos da história da cidade de Ponta Grossa, alicerçada nos mais de 100 anos de tradição e cultura trazidos pelo Operário Ferroviário Esporte Clube. Tudo isso, utilizando a tecnologia como fonte de estudo e pesquisa, aproximando a história dos nossos antepassados a realidade vivenciada nos dias de hoje por nossos alunos.

3- JUSTIFICATIVA:
O Operário Ferroviário Esporte Clube, tem intima ligação com a história e crescimento de nossa cidade. Defino (2013) nos relata que assim como a Taça de Viva Velha, o Operário é um símbolo de Ponta Grossa, que nos representa por todo o país.
Além disso, através deste admirável time de futebol, podemos compreender a relação de trabalho que tínhamos a cem anos atrás, bem como a importância das ferrovias e como isso influenciou no crescimento de nossa cidade.
Com as tecnologias disponibilizadas em nossa escola poderemos compreender todos estes aspectos de forma atual e contextualizada, aproximando a história de Ponta Grossa aos nossos alunos, por meio do futebol.

4- OBJETIVOS:
Este projeto tem como objetivo aproximar a história de Ponta Grossa aos alunos, contextualizando-a com a trajetória do Operário Ferroviário Esporte Clube, com o apoio de recursos tecnológicos a fim de aproximar este conhecimento a realidade e interesse dos alunos.

5- CONTEÚDOS:

  • Conversa dirigida;
  • Diferentes tipos de gêneros textuais;
  • Escrita de textos coletivos;
  • Escrita de texto individuais;
  • Leitura dirigida de textos verbais e não verbais;
  • Utilização de fontes históricas;
  • História da cidade de Ponta Grossa;
  • Utilização e manipulação de recursos tecnológicos.

6- DISCIPLINAS ENVOLVIDAS:

  • Língua Portuguesa;
  • Matemática;
  • Conhecimentos Sociais;
  • Artes.

7- METODOLOGIA/PROCEDIMENTOS/CRONOGRAMA:
Metodologia de natureza participativa, onde os alunos terão contato com o conhecimento e também irão praticá-lo, participando ativamente da aquisição do conhecimento.
A realização do projeto será em uma turma de 2º ano, com alunos de seis a sete anos de idade, sendo desenvolvido através de conversas e trabalhos em grupos, pesquisas na internet e discussões sobre a história do Operário Ferroviário Esporte Clube, que está diretamente ligada com a história de nossa cidade
O projeto será aplicado em um período de 7 dias letivos, sendo realizado a partir do seguinte cronograma:

  • 1º dia: Conversa sobre o tema, seguida da leitura e listagem dos pontos mais importantes do livre “Operário e Operarianos – A história do Operário Ferroviário para crianças” de Ângelo Luiz de Col Defino. Em seguida, os alunos farão uma pesquisa na internet sobre o clube, apresentando para os colegas o que encontram em tal pesquisa. Como tarefa, os alunos deverão pesquisar com seus pais e parentes, assuntos relacionados com o clube.
  • 2º dia: Elaboração de um mural com a pesquisa dos educandos, estudo dos livros “Imortal Operário Ferroviário – as histórias do Fantasma de Vila Oficinas” de Defino e “Futebol Ponta-grossense – recortes da história” de José Cação Ribeiro Junior, com a utilização de cartazes com a história do Operário através de imagens e fotos. Confecção artística de um fantasma, símbolo do clube. A tarefa será uma cruzadinha relacionada com o Operário Ferroviário.
  • 3º dia: Elaboração de um texto coletivo onde os alunos relatarão um possível jogo do Operário com algum outro time de sua escolha. Ilustração da redação no caderno de desenho. Situações problemas de âmbito matemático relacionando o clube com os problemas a serem resolvidos.
  • 4º dia: Elaboração de uma cartaz com notícias sobre do clube. Escrita de e-mails destinado aos jogadores do time, relatando sobre seus estudos e suas expectativas sobre o time. Jogo de futebol disponível no G Compris, estimulando a coordenação e agilidade dos alunos.
  • 5º dia: Conversa sobre o tema e elaboração de perguntas a serem realizadas com os jogadores do Operário.
  • 6º dia: Aula passeio ao Estádio Germano Krüger. A tarefa neste dia será a elaboração de um texto sobre o passeio.
  • 7º dia: Digitação dos textos realizados pelos alunos. Estes estarão disponíveis na biblioteca da escola, em formato de um livro, a fim de socializar a ideia dos alunos.

9- REGISTRO DO PROCESSO:
O “Projeto Fantasminha” teve início com conversas sobre o tema, seguida de estudos e pesquisas (tanto na escola, como em casa). A utilização de livro e os recursos tecnológicos foram de fundamental importância para a realização do projeto.
Após a aquisição de conhecimento teórico sobre o tema, os alunos fizeram uma aula-passeio ao estádio Germano Kruger, onde puderam conhecer na prática a realidade estudada.

Obs.: A nossa visita ao estágio também foi registrada pelo site do Operário, para acessar clique aqui!
Acredito que conciliar a história de nossa cidade com a história do Operário Ferroviário tornou a aquisição de tal conhecimento algo mais atrativo e significativo para nossos alunos.

10- AVALIAÇÃO E RESULTADOS ESPERADOS:
De forma geral, acredito que o projeto conseguiu atingir seus objetivos, pude trabalhar a história de Ponta Grossa de uma forma atrativa, conciliando-a com o nosso futebol, além de inserir a tecnologia neste processo, tornando as aulas mais divertidas e prazerosas.

11- DIVULGAÇÃO:
A divulgação do nosso trabalho se deu através de um livro com a relato dos alunos sobre a visita ao campo do Operário Ferroviário. Este, que além das redações conterá também fotos do passeio, ficara disponibilizado na biblioteca da escola, para que outros alunos tenham acesso.
A tecnologia foi de fundamental importância em nosso projeto, através dela, podemos pesquisar e torna possível muitas etapas no nosso projeto, sendo uma forma atrativa e prazerosa de estudar a história do Operário Ferroviário, juntamente com a história de Ponta Grossa.

12- Referências
DEFINO, A. L. de C. Operário e Operarianos – A história de Operário para crianças. Ponta Grossa: Estratgium, 2013.
DEFINO, A. L. de C. Imortal Operário Ferroviário – as histórias do Fantasma de Vila Oficinas. Ponta Grossa: Estratgium, 2012.
RIBEIRO, J. C. Futebol Ponta-grossense – Recortes da história. Ponta Grossa: UEPG, 2004.

Até a próxima! ;)



Comentários no Facebook



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>