Monthly Archives: julho 2015

Viagem nacional Estudo do meio – Amazonia

Olá pessoal, tudo bem?

Há um tempo, participei de um projeto chamado “Estudo do meio”, o qual era destinado a professores da rede pública de ensino da cidade de Ponta Grossa. Nesse projeto, estudávamos conceitos teóricos e depois os vivenciávamos na prática; segundo a professora Tereza Jussara Luporini, o projeto Estudo do meio tinha como objetivo “(…) oportunizar o desenvolvimento de práticas que qualifiquem os profissionais participantes como autores de sua própria prática, por meio do estudo e da visitação aos patrimônios histórico-culturais e ambientais do município, da região e do país.” (A fala pra professora Teju foi tirada do site da Prefeitura de Ponta Grossa, quem quiser ler o texto na integra é só clicar aqui.)

E em uma dessas experiências, viajamos para a Amazônia, a fim de conhecermos a cultura local, os costumes, a história, a gastronomia, enfim, conhecer na prática o que até então só tinha visto em livros. Foi uma viagem interessantíssima, é incrível ver como nosso país é grande, tudo lá era diferente, a cultura, o clima, a comida… Uma riqueza de conhecimentos sem fim! Este passeio aconteceu entre os dias 6 a 10 de agosto de 2012, já faz um tempinho, mas foi uma experiência tão bacana que resolvi dividir ela com vocês! ;)

Fotos das professoras que participaram da viagem do Estudo do meio, em frente ao Teatro Amazonas, em Manaus.

Partindo desta encantadora viagem, aplicamos nossos conhecimentos em sala de aula. Desta forma, meu planejamento ficou da seguinte forma:

Aplicação das atividades:

Trabalhei em linhas gerais o que conheci na Amazônia, os animais, as plantas, frutos, rios e costumes locais, sempre considerando a faixa etária dos educandos, explicando e relatando os conhecimentos de forma que todos compreendessem e tomassem para si tal ensinamento.

Iniciei as atividades mostrando algumas fotos dos animais que vi, dos rios, da vegetação, entre outros, em seguida, fizemos uma lista das coisas que mais chamaram atenção nas imagens apresentadas e as registramos no caderno. O resultado foi à seguinte listagem: onça, jacaré, cobra, arara, árvore, rio e boto cor de rosa.  Após o registro no caderno, confeccionamos um índio de dobradura, seguida de sua pintura e caracterização, sempre conversando sobre o tema.

Com as dobraduras devidamente finalizadas, a turma foi dividida em cinco grupos, cada grupo recebeu uma folha de cartolina e tinta para desenharem em coletivo o que compreenderam como “Floresta Amazônica”.

Em seguida, cada grupo apresentou para classe seu cartaz e o que desenharam no mesmo. Foi uma experiência muito interessante, pois na explicação foi possível perceber onde estava o rio, a localização das árvores e até mesmo dos animais presentes em seus desenhos. Na finalização, foram colados nos cartazes os índios feitos de dobradura.

A tarefa para casa era realizar uma pesquisa e trazer para escola recortes sobre qualquer assunto relacionado com a floresta estudada, a fim de construirmos um cartaz coletivo com as pesquisas feitas. Muitos foram os materiais trazidos para a escola e, no dia seguinte, elaboramos o cartaz,  como podemos observar na imagem abaixo.

Em seguida, pintamos um desenho (retirado deste site) onde encontramos diversos fatores estudados, como o boto, as araras, os índios, os rios e vegetação, além de outros animais.

Tendo em vista que os animais chamaram mais a atenção dos alunos, realizei a leitura da história “As Araras”, um livro de Mary e Eliardo França, que relata bem o convívio das araras, suas moradias, alimentação e curiosidades da espécie. Em seguida, cada educando relatou através de desenhos em seus cadernos, o que compreenderam da vida de uma arara, retratando o que mais lhe chamou a atenção.

Para finalizar o tema estudado, cada aluno recebeu um bombom recheado com doce de Cupuaçu, alimento típico da região Amazônica, e fruto estudado pelas crianças.  Uma forma de sentirem um dos sabores da região, trazendo um pouco mais da realidade da Amazônia para dentro da sala de aula.

E este foi meu trabalho sobre a Amazônia, simples e já realizado a algum tempo, mas que ainda tem grande valor pra mim! ;)

Beijos e até a próxima!